A alergia em bebês é bastante recorrente. Ela geralmente se apresenta como alergia respiratória ou dermatite, inflamação crônica na pele caracterizada por lesões avermelhadas que provocam coceira. A causa principal da alergia está atrelada ao excesso de poeira e ácaro nos ambientes e, sua evolução, pode resultar em rinites e até mesmo asma. Para evitar complicações, é importante seguir algumas orientações para a decoração do quarto de bebê.

O quarto de bebê deve ser ventilado, arejado, iluminado e aquecido pelo sol da manhã, pois, o choque térmico também pode desencadear a alergia em bebês. O chão deve ter piso cerâmico, em porcelanato ou laminado, sem carpete, limpo apenas com água, sem produtos perfumados. As paredes podem ter papel de parede, desde que o material seja lavável.

A limpeza é a melhor medida para evitar a alergia em bebês. Cortinas, tapetes e objetos para a decoração do quarto de bebê devem ser lavados uma vez por semana, assim como a roupa de cama. Se o bebê tiver alergia de pele, as peças devem ser lavadas a cada dia. Não se devem usar amaciantes, nem produtos que facilitem o passar das roupas.

Atenção redobrada aos objetos de decoração de quarto de bebê. Tapetes, almofadas e mantas, especialmente em lã, devem ser evitados, pois, acumulam muita poeira. Se possível, a cortina deve ser substituída por persianas em madeira ou alumínio. Em última hipótese, a cortina para quarto de bebê deve ser em tecido leve e sem forro, a fim de diminuir o risco de alergia.

É recomendado que o berço de bebê e o trocador de fraldas não tenham muitos adornos e os itens do kit de berço sejam antialérgicos. A cadeira ou poltrona de amamentação deve ser em acrílico, para evitar o acúmulo de poeira. Vasos de flores também devem ser evitados, pois, o pólen em ambientes fechados pode causar a alergia em bebês.

Na decoração de quarto de bebê, os bichos de pelúcia precisam estar guardados. Ar-condicionado de parede e umidificadores são proibidos. A opção é usar uma bacia com água próximo ao berço para umidificar o cômodo. Além disso, para evitar a alergia em bebês, colchão, travesseiro e almofadas devem ter capa.